Title
Search
All Issues
20
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  -
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-002
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
PREVALÊNCIA DE DIAGNÓSTICOS OTORRINOLARINGOLÓGICOS NO PS PEDIÁTRICO EM UMA CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO
PREVALENCE OF DIAGNOSIS DE DIAGNOSTICS OTORHINOLARYNGOLOGICAL IN THE PEDIATRICIAN HEALTHY CENTER IN AN INTERIOR CITY OF SÃO PAULO
Author(s):
Luiz Gabriel Signorelli, Elaine de Abreu Mendes, Edvaldo Coelho
Palavras-chave:
Resumo:

Objetivo: O objetivo deste trabalho está em detectar a prevalência de patologias otorrinolaringológicas no pronto-socorro pediátrico em um hospital em Itatiba/SP. Casuísticas e métodos Foram avaliados 2054 pacientes pediátricos, sendo inclusos todos os que procuraram espontaneamente o pronto-socorro. O estudo foi do tipo inquérito. A coleta de dados foi realizada em 103 plantões noturnos que ocorreram em 2011, anotando-se a hipótese diagnóstica, a idade e o sexo. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa da Instituição. A coleta de dados foi realizada por um único observador. Dividiram-se os pacientes em dois grupos conforme a hipótese diagnóstica: Grupo A os de pacientes com diagnósticos otorrinolaringológicos e Grupo B, cujos pacientes possuíam outros diagnósticos. Resultados: Do total dos atendimentos realizados, 52,2% correspondiam a pacientes pertencentes ao Grupo A e 47,8% ao Grupo B, enquanto que 51,9% eram do sexo masculino e 48,1% do sexo feminino. A média de idade dos atendimentos foi de 4,50. No Grupo A a média foi de 3,93 e no Grupo B a média foi de 5,03. Foram comparadas as prevalências das hipóteses diagnósticas do grupo A e B. Conclusão: Há um elevado número de pacientes pediátricos com diagnósticos otorrinolaringológicos na emergência. Acreditamos que com esse dado, deva-se investir em educação continuada uniforme para pediatras e otorrinolaringologistas.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019