Title
Search
All Issues
25
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-007
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
CORRELACIONAR A CEFALOMETRIA COM A GRAVIDADE DA SÍNDROME DA APNEIA-HIPOPNEIA OBSTRUTIVA DO SONO
TO CORRELATE THE CEFALOMETRY WITH THE GRAVITY OF THE SYNDROME OF APNEA OBSTRUCTIVE OF SLEEP
Author(s):
Paulo de Tarso Moura Borges, Jorge Rizzato Paschoal, Baltasar de Melo Neto, Núbia Evangelista de Sá Borges, Li Li Min
Palavras-chave:
Resumo:

Objetivo: Correlacionar medidas cefalométricas com o índice de apneia/hipopneia (IAH) para avaliar a correlação destas medidas com a gravidade da síndrome da apneia-hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS). Material e Método: Estudo retrospectivo da cefalometria de 101 pacientes portadores de SAHOS, referente ao período de 2003 a 2010. As medidas examinadas foram: ângulo formado pela base do crânio com a maxila (SNA), ângulo formado pela base do crânio com a mandíbula (SNB), diferença entre SNA e SNB (ANB), distância entre o plano mandibular e o osso hióide (MP-H), espaço aéreo posterior (PAS) e distância entre a espinha nasal posterior e a ponta da úvula (PNS-P). Foi realizado o teste ANOVA Kruskal-Wallis, para observar se houve diferença entre as medidas cefalométricas e a gravidade da IAH, considerando significativo p < 0,05. Resultados: A maioria dos pacientes apresentou alterações cefalométricas, sendo que as medidas PNS-P e MP-H estavam alteradas em 91,1% e 85,1% dos pacientes, respectivamente. Relacionando com o IAH, a medida PNS-P apresentou uma diferença significativa, com os pacientes com distúrbios graves superiores aos pacientes com distúrbios moderados e leves. Conclusão: A única medida cefalométrica que apresentou alteração significativa com a gravidade da SAOS foi PNS-P.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019