Title
Search
All Issues
28
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-010
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
SÍNDROME DA APNÉIA DO SONO (SAOS) EM UMA AMOSTRA DA POPULAÇÃO DE BOTUCATU E SUA ASSOCIAÇÃO COM OBESIDADE E HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS)
SYNDROME OF THE APNEA OF SLEEP (SAOS) IN ONE SHOWS OF THE BOTUCATU POPULATION AND THE ASSOCIATION WITH ARTERIAL OBESITY AND SYSTEMIC HYPERTENSION (HAS)
Author(s):
Silke Anna Theresa Weber, Alessandra Loli, Yara Martins Ortigosa, Raíssa Pierri Carvalho, Leandro Ortega Brandão, Patrícia Sayuri Ishiy
Palavras-chave:
Resumo:

Introdução: No Brasil estima-se incidência de Síndrome de Apnéia do sono (SAOS) em 38%, acima da pela literatura de 4%. Hipertensão e obesidade são co-morbidades comuns. Objetivo: Avaliar a frequência de SAOS na população adulta de Botucatu, a presença de hipertensão e obesidade como co-morbidades. Métodos: Durante a Feira de Saúde da FMB -Botucatu 2011 a população adulta foi convidada a responder ao Questionário de Berlin. O tamanho amostral foi calculado em 385 indivíduos. Os dados foram analisados considerando idade, gênero, "alto risco para SAOS", hipertensão, obesidade e as correlações para SAOS. Resultados: Foram entrevistadas 468 pessoas. 166 (35,25%) indivíduos foram identificados como de alto risco para SAOS, sendo 32,85 da população masculina e 37,3% da feminina. Obesidade foi observada em 23,3% da população, mais comum em mulheres (60,2%), dos quais 83,5% apresentavam alto risco para SAOS. HAS foi observada em 27,3%, destes 71,9% apresentavam alto risco para SAOS. Hipertensão e obesidade mostravam correlação significativa com SAOS. Nenhum paciente foi avaliado ou encaminhado para especialista. Conclusão: O estudo mostrou elevada frequência de "alto risco para SAOS" na população adulta. Ao contrário da literatura, a população feminina apresentou maior risco, provavelmente por freqüência maior de obesidade. A associação com obesidade e hipertensão foi comum. Apesar da divulgação pela mídia sobre Apnéia do Sono, os pacientes não são investigados, mesmo os em acompanhamento médico por hipertensão. SAOS e suas repercussões metabólicas e cardiovasculares precisam ser melhor divulgados aos médicos generalistas.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019