Title
Search
All Issues
31
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-013
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
PRESSÃO INTRAOCULAR EM PACIENTES COM SÍNDROME DE APNÉIA OBSTRUTIVA DO SONO
INTRAOCULAR PRESSURE IN PATIENTS WITH SYNDROME OF OBSTRUCTIVE APNEA OF SLEEP
Author(s):
Alessandra Loli, Thalita Azevedo Fracalossi, Silke A. T. Weber, Adriano Dias, Thais Mazza Morais, Maria Rosa B. de Moraes Silva
Palavras-chave:
Resumo:

Introdução: Pressão intraocular elevada é o principal fator de risco para glaucoma. Picos hipertensivos e hipóxia são fatores contribuintes, ambos presentes na SAOS. Objetivos: Avaliar picos e flutuação da pressão intraocular (PIO) de 24 horas em pacientes com SAOS. Métodos: Pacientes com diagnóstico polissonográfico de SAOS foram convidados a realizar medidas de PIO de 24horas. SAOS foi considerado com um índice de apnéia-hipopnéia (IAH) > 5 n/h. A PIO foi medida com tonômetro de Goldman as 6h,9h,12h,15h,18h,21h e 24h, sendo o pico o maior valor encontrado, e flutuação a diferença entre o maior e menor valor da PIO. Os resultados foram descritos em suas medias e desvio padrão e comparados com um grupo de adultos sem queixas respiratórias através dos testes de Qui-quadrado e de Mann Whitney, adotando um nível de significância de 5%. Resultados: Foram incluídos 26 portadores de SAOS e 169 controles, com idade media de 53+-12 anos e 54 +-18 anos, respectivamente. No grupo SAOS houve predomínio do sexo masculino (17), ao contrário do grupo controle composto por 102 mulheres. As médias de PIO mostraram 18,54 +- 4,86 mmHg no grupo SAOS versus 15,32 +- 2,64 mmHg (p<0,001), com o pico mais alto no horário das 6h. Diferença similar foi encontrada para flutuação com 7,42+-3,59 mmHg no grupo SAOS versus 5,22+- 2,21 mmHg no grupo controle(p<0,001). Conclusão: PIO e flutuação são mais elevados em pacientes com SAOS, podendo, dessa forma, ser um fator de risco para o desenvolvimento de glaucoma.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019