Title
Search
All Issues
36
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-018
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
ANÁLISE MORFOMÉTRICA DO EPITÉLIO E DA LÂMINA PRÓPRIA DAS PREGAS VOCAIS DE IDOSOS
MORPHOMETRIC ANALYSIS OF THE EPITELIUM AND THE PROPER BLADE OF THE VOCAL FOLDS OF AGED
Author(s):
Adriana Bueno Benito Pessin, Thalita Azevedo Fracalossi, Anete Branco, Alexandre Todorovic Fabro, Tatiana Maria Gonçalves, Regina Helena Garcia Martins
Palavras-chave:
Resumo:

INTRODUÇÃO: o padrão vocal do idoso pode ser justificado por alterações estruturais nas pregas vocais decorrentes do processo de senilidade. Uma dessas alterações pode estar relacionada à espessura da lâmina própria e do epitélio de revestimento das pregas vocais. OBJETIVO: estudar por meio de morfometria as alterações na espessura do epitélio e da lâmina própria das pregas vocais de idosos. MÉTODOS: foram utilizadas pregas vocais de autópsia de 15 idosos acima de 60 anos, e de cinco adultos entre 30 e 50 anos para formação do grupo controle. Os idosos foram subdivididos por faixas etárias (60 a 69; 70 a 79 e acima de 80 anos). As pregas vocais foram retiradas em cortes longitudinais e emblocadas em parafina, sendo realizados cortes com 4 µm de espessura para preparação das lâminas coradas por H&E (Hematoxilina e Eosina) e PAS (Ácido periódico-Schiff). As lâminas foram fotografadas e a morfometria realizada através do programa Image J, medindo-se a espessura da lâmina própria e do epitélio (em µm). RESULTADOS: Na medida do epitélio, observamos diferença na espessura do grupo de 70 a 79 anos e acima de 80 anos quando comparada ao grupo controle (57,450µm, 48,359µm e 61,732µm respectivamente). Observamos diminuição nas medidas da lâmina própria, dos três grupos de idosos quando comparados ao grupo controle (60-69 anos-351,474µm; 70-79- 369,530µm, acima de 80-331,266µm e GC-394,779µm). CONCLUSÃO: as medidas morfométricas realizadas nas laringes de idosos identificaram diminuição na espessura tanto do epitélio quanto da lâmina própria, o que poderia justificar o quadro de presbifonia.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019