Title
Search
All Issues
52
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-034
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
RELAÇÃO ENTRE A EXPOSIÇÃO AO RUÍDO E OS ACHADOS AUDIOLÓGICOS DO CORPO DE BOMBEIROS: REVISÃO DE LITERATURA
RELATION BETWEEN EXPOSITION TO THE NOISE AND THE AUDIOLOGIC FINDINGS OF THE BODY OF FIREMEN: REVISION OF LITERATURE
Author(s):
Carla Linhares, Taxini Heraldo Lorena Guida
Palavras-chave:
Resumo:

Objetivo: Verificar na literatura pesquisas que comprovassem os efeitos do ruído ambiental sobre a audição dos bombeiros. Material e Método: Foi realizada pesquisa bibliográfica obtida através das bases de dados PubMed e Scielo. Foram utilizados resumos, delimitando-se o período entre 2008 a 2012. Os descritores utilizados foram bombeiros e perda auditiva. Inicialmente foram selecionados 20 resumos. Como critério de inclusão foi utilizados resumos que descreviam pesquisas com bombeiros que foram expostos ao ruído ocupacional, sendo os demais excluídos, permanecendo apenas 6 pesquisas. Resultados: 4 estudos constataram que o ruído que essa população está exposta causa danos ao sistema auditivo, e 2 deles aplicaram questionários e constataram que esses profissionais estão mais suscetíveis à perda auditiva No entanto dos 6 estudos apenas 2 realizaram a quantificação e exames audiológicos a fim de relacionar os achados audiológicos com a intensidade do ruído. Conclusão: Nos últimos anos poucos estudos foram realizados com bombeiros, ressaltando a importância da realização de novos estudos quantificando adequadamente a exposição ao ruído em diferentes ambientes de trabalho desses profissionais, afim de identificar possíveis condições sonoras insalubres, bem como auxiliando no diagnóstico da perda auditiva. Além disso, apesar de poucos estudos, todos indicaram que tal população é de risco para a perda auditiva, portanto faz-se necessário estabelecer medidas preventivas para as perdas auditivas ocupacionais.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019