Title
Search
All Issues
60
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-9777201200S1O-042
Print:
11º CONGRESSO DA FUNDAÇÃO OTORRINOLARINGOLOGIA - Oral Presentation Otorhinolaryngology
TextoTexto em Inglês
TRATAMENTO DA SURDEZ SÚBITA: ANÁLISE ESTATÍSTICA DE DEZ ANOS
TREATMENT OF THE SUDDEN DEAFNESS: ANALYSIS STATISTICS OF TEN YEARS
Author(s):
Bárbara Schweigert Bianchi, Gabriel Gonçalves Dias, Juliana Monteiro de Abreu, Paulo Marcel Comis Ramos, Raquel Mezzalira
Palavras-chave:
Resumo:

OBJETIVO: Surdez súbita caracteriza-se por perda auditiva de instalação súbita, neurossensorial, maior que 30dB em pelo menos 3 frequências consecutivas. Este trabalho tem como objetivos comparar a evolução de pacientes tratados com vasodilatadores ou associação de corticosteróides e vasodilatadores, tratados ambulatorialmente com medicação via oral e internados recebendo tratamento endovenoso e estabelecer correlação entre o tempo decorrido do início dos sintomas e início do tratamento. MATERIAL E MÉTODO: Análise retrospectiva de 13.422 pacientes submetidos a eletronistagmografia entre 2001 a 2011. Destes, 81 apresentaram surdez súbita, sendo que 16 foram excluídos por falta de dados. RESULTADOS: Foram analisados prontuários de 65 pacientes, sendo 31 do sexo feminino e 34, masculino. Quarenta e cinco pacientes foram submetidos ao tratamento com associação de corticosteróides e vasodilatadores, 11 apenas vasodilatadores e 8 nenhum tipo de tratamento. Dentre os que utilizaram associação, 24.4% obteve melhora completa e 60% obteve melhora parcial. Dos que usaram apenas vasodilatadores, 54,5% não obtiveram melhora. Dos 39 pacientes que realizaram tratamento domiciliar, 43.5% tiveram melhora parcial. Dos 19 pacientes que realizaram tratamento hospitalar, 68.4% tiveram melhora parcial. Dos 7 pacientes que não realizaram tratamento, 85.7% não apresentou nenhuma melhora. Dos que iniciaram tratamento após o 10º dia, 82% não apresentaram nenhuma melhora. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos com a associação de medicamentos é superior ao uso isolado de vasodilatador entretanto ambos são superiores ao não-tratamento. Os tratamentos hospitalar e domiciliar apresentam resultados semelhantes. O tratamento iniciado antes de 10 dias de sintomas tem melhores resultados que o tratamento iniciado mais tardiamente.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2019