Title
Search
All Issues
221
Ano: 2012  Vol. 16   Num. Suppl. 1  - May
DOI: 10.7162/S1809-977720120S1PO-052
Print:
11 CONGRESSO DA FUNDAO OTORRINOLARINGOLOGIA - Poster Otorhinolaryngology
TextoTexto em Ingls
RINOSSINUSITES FNGICAS INVASIVAS: DIAGNSTICO, CONDUTA E PROGNSTICO EM DUAS PACIENTES DIABTICAS
INVASIVE FUNGAL RHINOSINUSITIS: DIAGNOSIS, BEHAVIOR AND PROGNOSTIC IN TWO DIABETIC PATIENTS
Author(s):
Debora Petrungaro Migueis, Natlia Raye, Luciana Barros Auge, Eliza Bittencourt, Leonardo Rangel, Debora Estevo
Palavras-chave:
Resumo:

Objetivo: Mucormicose ou Zigomicose uma infeco fngica invasiva incomum e, em geral, ocorre em imunossuprimidos, com taxa de mortalidade de 50% a 90%. Neste relato, so descritos dois casos de RSF em pacientes diabticas, confirmados por histopatologia, a qual revelou a presena de infeco por zigomicetos. Caso 1: Paciente de 66 anos, diabtica e transplantada renal, com rinomucormicose e suspeita clnica de trombose do seio cavernoso foi submetida antibioticoterapia, amplo debridamento endoscpico da mucosa nasossinusal e suporte clnico em Unidade de Terapia Intensiva, evoluindo de forma fulminante, apesar do diagnstico precoce e tratamento adequado. Caso 2: Paciente de 28 anos, diabtica tipo1, sem controle glicmico prvio e sem outras comorbidades, apresentou mucormicose rinocerebral, sendo submetida antibioticoterapia, controle glicmico e amplo debridamento endoscpico da mucosa nasossinusal. A paciente hoje no apresenta rinossinusite e acompanhada no Hospital Universitrio Pedro Ernesto (HUPE/UERJ), mantendo seqelas, como nariz em sela, perfurao palatal e bradipisiquismo. Concluso: O aumento da sobrevida e da prevalncia de pacientes imunossuprimidos est elevando a incidncia das rinossinusites fngicas, mas sua teraputica ainda deve ser discutida e otimizada, para aumentar a sobrevida desta populao, uma vez que essa doena tem alta taxa de mortalidade. Atualmente, o prognstico depende mais da resposta imunolgica do hospedeiro do que do tipo particular de fungo que causa a infeco e a morbidade daqueles que sobrevivem elevada.

.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2024