Title
Search
All Issues
9
Ano: 1997  Vol. 1   Num. 2  - Abr/Jun Print:
Original Article
Versão em PDF PDF em Português
Caracterstica Autofluorecentes da Mucosa Oral.
Author(s):
Ivan Dieb Miziara
Palavras-chave:
H muito tempo pesquisadores vm investigando a possibilidade de uso da fluorescncia espectroscpia para fins de diagnstico de tumores malignos. A maioria destes estudos tm utilizado agentes fluorescentes externos como as hematoporfirinas. A autofluorescncia foi usada inicialmente por Policard em 1924. Alfano et al, em 1984, mostraram que a autofluorescncia poderia efetivamente diferenciar o tecido normal daquele com desenvolvimento tumoral maligno.

Os autores do presente estudo coletaram 22 amostras de tecidos normais e tumorais da mucosa oral, submetendo-os a exame histolgico e auto-fluorescncia, notando importantes diferenas entre estes tecidos no que diz respeito fluorescncia obtida, notadamente no comprimento de onda de 635 nm.

O estudo em questo interessante, principalmente quando se visualiza a possibilidade de diagnstico precoce do cncer oral. No entanto, a casustica pequena e no fornece dados to consistentes no que diz respeito s leses pr-malignas (leuco e eritroplasia).

Outros trabalhos usando a mesma metodologia, porm com maior nmero de casos e melhor sistematizao devero ser realizados para que a tcnica possa se tornar de uso corrente.

Ivan Dieb Miziara - Mdico Assistente da Clnica Otorrinolaringolgica do Hospital das Clnicas da Faculdade de Medicina da Universidade de So Paulo.
  Print:

 

All right reserved. Prohibited the reproduction of papers
without previous authorization of FORL © 1997- 2024